sábado, março 10, 2007

Vício Constante


Apetecia-me voar e sonhar,
perguntar às estrelas diurnas,
onde pára a lua.

Sonhei e acordei,
não encontrei estrelas,
encontrei o dia,
encontrei as aves,
as pessoas,
o mar.

Caminhei sobre tudo isto
e imaginei,
e acreditei que
não há nada melhor
do que um dia sem estrelas
quando elas caminham na terra.

Não há nada melhor
do que um simples estar
de partilhar emoções
e de sentir.

[sonhar é acreditar]


by Leal Ribeiro


1 comentário:

Té § [Pi]menta =) disse...

gostei do poema! o de baixo é um bocado pornograficooo samuuu!!!!:P loool num podeee:P bjinhoo