sábado, fevereiro 17, 2007

Encontro

Alice in Wonderland - Salvador Dali

Fujo.

Encontro-te.
Procuro no teu ser,
a minha razão de viver.

Sonho sem sonhar,
de olhos bem abertos,
que a vida sem ti,
não passa mais do que um rio sem rumo.


Fujo de novo.

Não te encontro.
Perdi-te.
Não sei que fazer.


Num acaso,

encontro-te,
vejo-te sem físico,
numa alma esgotada,
feita de sensibilidade,
que não consigo fortalecer.


Vejo-te.

Vou ao teu encontro.
Escolho-te.
Desejo-te.
Não te amo,
mas quero-te.


Fugiste.

Não te encontrei mais.

1 comentário:

Té § [Pi]menta =) disse...

samuu, n sabia q tinhas jeito para a poesia, mas ja' estou a ver q sim :) gostei mt deste poema! e olha, as tantas é mesmo tudo uma obra de arte! ate' a nossa passagem a historia! :P finalmenteeee! ;) ****** bjinhos