quinta-feira, janeiro 31, 2008

eterno olhar




doce leve tocar
áspero percorrer
inspirado amar
índice de prazer

terno olhar
quente penetrar
alma desprotegida
de um eterno olhar

fácil dizer
dificil concretizar
dizer que te amo
muito mais que gostar

uma troca de olhares
apaixonados
uma troca de pensamentos
unificados

é difícil dizer amar
não porque não queira
é difícil dizer amar
porque o teu olhar não me deixa

e o teu olhar não me deixa
não porque não queira
teu olhar não me deixa
porque minha boca petrifica
ao olhar tamanha beleza
não sei o que isso significa

2 comentários:

Filipa Neves disse...

oi!! Em primeiro lugar quero te dizer que na minha opinião tens muito talento para escrever poemas! E que fico á espera de mais. Gosto particularmente muito deste poema, pois ele transmite uma parte daquilo que sinto!!!!!!!bjinhos

Filipa Neves disse...

Oi!Em primeiro lugar, quero -te dizer que na minha opinião tens muito talento para escrever poemas! Espero que não pares de escrever e fico à espera de novos poemas!Em segundo lugar,gosto muito dos teus poemas e acho-os bastante profundos. Mas, gosto particularmente deste poema pois, exprimeuma parte daquilo que sinto!bjinhos